quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Como a propagação da "crise" afeta empresas


Como a propagação da "crise", afeta as pequenas ou médias empresas:

Propagar crise inexistente pela mídia, trouxe no curto prazo, como
consequência uma crise para pequenos ou médios comerciantes ou
prestadores de serviço, os que nela acreditaram.
A quem interessa a crise? É do interesse de quem quer continuar
locupletando-se com verbas do erário! 

Como acontece a dinâmica no passo a passo para a derrocada do pequeno ou
médio comerciante, ou prestador de serviço?:
Com a mídia noticiando diuturnamente a crise, essa funciona como uma
senha para esses empresários aumentarem seus preços, e muitas vezes
até aumentos abusivos; mesmo assim conseguem manter-se por algum tempo.
O próximo passo "tiro no pé" é piorar o serviço oferecido.

Com as 2 ações, aumento do preço e piora da qualidade oferecida, atingem
o objetivo que é o desequilíbrio, para que se locupletem os fomentadores
da crise.

Alguns serviços prestados ficam tão ruins ou até piores que soluções caseiras.
Ao pesar o custo X benefício de algum produto ou serviço, chega-se à conclusão
de que não interessa o produto ou o serviço. Muitos pagariam o preço, se
fosse melhor a qualidade.

Se subiram o preço, procurem esmerar-se na qualidade. Por vezes economizam
onde não poderiam ou não deveriam. É como em casa, que também precisamos saber ONDE economizar.
Lembrando: que alguns baratos saem caro!

E nas grandes lojas, por vezes os vendedores não nos mostram os produtos nos
valores que estamos dispostos a pagar; razão pela qual deixam de vender.



Nenhum comentário: