quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

domingo, 30 de novembro de 2008

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Cogitando um caminho para a crise.

Analisando trecho da obra do pensamento deslumbrante de Henry Thoreau (Massachusetts, 1817/ 1862), autor do belíssimo livro: Walden ou A Vida Nos Bosques, e do ensaio: A Desobediência Civil, fonte de inspiração para um caminho fora do neoliberalismo.
De descendência francesa e escocesa, Henry Thoreau influenciou Gandhi e o movimento hippie; encanta e norteia adolescentes rebeldes, cativa intelectuais... Suas idéias propagam-se principalmente entre os anarquistas e atualmente nas campanhas do voto nulo aqui no Brasil.
Henry Thoreau foi o precursor da atitude de resistência passiva, contribuindo assim na luta pela independência da Índia e origem de reivindicações sociais como as greves; foi preso por não pagar impostos, e não pagava porque o dinheiro deste tributo era usado para financiar a escravidão.

Abaixo transcrevo trechos do ensaio: A Desobediência Civil:


...
Um governo é, se tanto, um recurso conveniente; mas muitos governos são sempre, e todos em algumas ocasiões, inconvenientes.
...
Os governos mostram assim com que êxito os homens podem ser ludibriados, e até ludibriar a si mesmo, em seu próprio benefício. Ótimo convenhamos.
...
Pois o governo é um expediente diante do qual os homens de bom grado lograriam deixar um ao outro em paz: e, como já foi dito, ele é tanto mais expedito quanto mais deixa em paz seus governados.
...
Acho que devemos em primeiro lugar ser homens, e só depois súditos. Não é desejável que se cultive um respeito à lei igual ao que se cultiva pelo que é correto. A única obrigação que tenho direito de assumir é a de fazer a todo momento o que julgo correto.
...
-como a maioria dos legisladores, políticos, advogados, sacerdotes e funcionários- servem ao estado sobretudo com a cabeça; e, como eles raramente fazem distinções de ordem moral, é bem provável que sirvam ao Demônio, como servem a Deus, sem a menor intenção.
...
Todos os homens reconhecem o direito à revolução, isto é, o direito de recusar sujeição ao governo e de resistir quando sua tirania ou incompetência são em alto grau e insuportáveis.
...
Se eu arranquei injustamente a prancha de um homem em vias de se afogar, devo devolver-lhe ainda que eu me afogue.
...
Há novecentos e noventa e nove patronos da virtude para cada homem virtuoso. Porém é mais fácil lidar com o verdadeiro possuidor de uma coisa do que com seu guardião temporário.
...
Se este ano mil homens se recusassem a pagar impostos, isso não seria medida violenta ou sanguinária, como seria pelo contrário pagá-los, possibilitando assim o Estado a cometer violência e derramar sangue inocente. Esta é, na realidade, a proposta de uma revolução pacífica, se tal é possível. Se o coletor de impostos, ou qualquer outro funcionário público, me pergunta, como já me perguntou: "Mas o que é que eu vou fazer?", minha resposta é: "Se realmente deseja fazer alguma coisa, renuncie ao cargo". Quando o súdito negar o dever de obediência e o funcionário renunciar a seu cargo, realizou-se a revolução.
...
No caso de alguém que vivesse totalmente sem o uso do dinheiro, o próprio Estado hesitaria em cobrar-lhe. Mas o homem rico- sem fazer qualquer comparação invejosa- está sempre vendido à instituição que o enriquece. Em termos absolutos, quanto mais dinheiro, menos virtude.
...
Não nasci para que me forcem a coisa alguma. Respirarei à minha moda. Vejamos quem é o mais forte. Que força tem a multidão?
...
Se uma planta não pode viver de acordo com a sua natureza, morre; e assim o homem.
...
Estadistas e legisladores, mergulhados da cabeça aos pés dentro da instituição, nunca a contemplam de maneira definida e franca. Falam de mudar a sociedade, mas não contam com nenhum lugar de repouso fora dela.
...








































quinta-feira, 13 de novembro de 2008

Refletindo sobre a crise econômica internacional.

Começo reproduzindo parte da imagem do neoliberalismo:
O modelo da educação pública no país é concepção de economistas neoliberais.
Como o Brasil não tem dinheiro para investir em educação, recorreu ao Banco Mundial, que influenciou no projeto educacional do país (que despautério...).Um motivo é qualificar para mão-de-obra mais barata a população de países subdesenvolvidos. Com o mercado globalizado, migram de países onde a mão-de-obra é mais cara, para os países onde a mão-de-obra é mais barata.

Tecendo estas idéias com a crise econômica internacional:
No país, para investir em saúde, educação, etc... não tem dinheiro...para investir em banqueiros tem... (eles não podem perder uma pequena porcentagem de seus lucros...).
Investindo nos bancos, o governo vai garantir a lucratividade do grande capital, compondo um grande monopólio, consequentemente aumentar os juros e o desemprego, e diminuir o crédito. Afinal só quem pode se lixar é a sociedade...

Segue para reflexão, uma parte do texto de Leonardo Boff, que tem o título: Estados europeus desalmados:
...
Relata-nos o príncipe de nossos jornalistas, Mauro Santayana, no JB de 22/6, que nos anos 80 economistas e sociólogos norte americanos e europeus, sob o patrocínio de banqueiros, concluíram que era necessário afastar do consumo 4/5 da humanidade, a fim de garantir a gestão do planeta e manter os privilégios dos 20% de ricos. Os demais deveriam ser marginalizados até a sua extinção.
...

Observação:
Entendo que o "afastar do consumo" é não ter acesso aos alimentos.

Se 20% dos habitantes da Terra são os donos das grandes fortunas, entre a maioria que corresponde aos 80% estão: os pobres, os miseráveis, os excluídos, classe média (que também faz parte dos excluídos)...etc...
Parece imprescindível que se pense em outro modelo de sociedade, fora do consumismo do capitalismo neoliberal.

Pode-se também debandar rumos para a crise...












quinta-feira, 30 de outubro de 2008

A Metafísica da Beleza na Autoestima.

Já faz alguns anos que a maioria dos adolescentes adquiriram o hábito de cultivar coisas alheias às belezas do mundo...cultivam coisas que não são agradáveis... creio que isto pode levar muitos ao caminho das drogas.

A filosofia...a arte...podem fundir-se ao caráter...elevar o espírito...humanizar o indivíduo...

O mundo dos sentidos envolve, impressionando de modo diferente cada um...uns sentem prazer no paladar...outros na audição...etc...acho que o ideal é encontrar o que faz bem à essência de cada indivíduo...

Em momentos de tristeza se quisermos sair dela em curto espaço de tempo, busquemos a beleza nos sentidos...a música pode elevar ao êxtase...
A rapidez com que se sai de uma situação desconfortável é uma capacidade individual, determinada pela autoestima do indivíduo (quando a tem, evidentemente).
É quem não tem autoestima que sente prazer em diminuir ou lesar o próximo, como quem quer dizer: -Eu sou um lixo, então digo que você também é um imprestável...

Do ensino esotérico:
Cada música tem uma cor e um perfume correspondente.
A vibração da música entra em sintonia com a nossa vibração, por isso podemos gostar de uma música, como também ela pode nos causar indiferença ou irritação...

Discorrendo um pouco mais sobre a audição:
Acordar e ouvir os pássaros...proveniente de Deus...
Ouvir a voz de alguém que temos apreço...extremamente agradável...

A percepção dos sentidos, cada um isoladamente, conduz a uma impressão de serenidade, ainda que aguçada...

Experimente:
Ao escutar um som...só ouça...
Observe o mundo... só olhe...sem emitir opinião...sem pensamento...é a lucidez da natureza contemplativa...
Sinta o sabor do alimento...
Uma fragrância agradável é a quintaessência...respire fundo...(só sinta, não pense)...a alma eleva...
O perfume da flor é a sua transmutação.
Contemplar a natureza acalma a libido...

Viver assim não é uma "droga".
Atingir este estado de espírito é o que muitos buscam através das drogas, quando não tem autoestima.

Evoluir espiritualmente eleva a autoestima...humaniza...

Para reflexão:
É o que não tem autoestima que descamba para a desumanidade?
Para cometer atos desumanos só quem não tem amor próprio, pois isto atinge a dignidade de quem os comete.




































domingo, 12 de outubro de 2008

Dia da Criança!

Hoje é festejado o Dia da Criança.
Aqui vai meu ato de respeito à toda infância, que no meu entender merece proteção diariamente, com pequenos gestos...atitudes de atenção, etc.. Conveniente é lembrar que seus valores são diferentes dos adultos.

Tenho a idéia clara da alegria que uma criança sente no momento que ela está com fome e a ela se oferece um alimento.

Não poderia deixar de agradecer uma representante da meninice, pela nossa proximidade, e acredito que vale aqui o ditado popular: "criança é tudo igual":

Mayaninha:
Obrigada por me fazer chorar...de tanto rir...muitas vezes...


















quinta-feira, 25 de setembro de 2008

Divaguei.

Se o governo Lula tem 77,7% de aprovação da população brasileira:
100%-77,7%=22,3%
Então 22,3% da população é proporcional à classe média + os excluídos?

Porque no tempo da ditadura havia o SNI , hoje a Abin não pode investigar quadrilhas?

Famílias de crianças que se prostituem recebem dinheiro do Bolsa Escola?

Já faz alguns anos que uma universidade causou-nos espanto ao aprovar um analfabeto para o ensino superior...Agora quem nos causou assombro com a censura à imprensa foi o presidente da República...
Para notícias do tipo: Bandidos ameaçam a polícia.
Haverá censura?

Eleições: armadilhas para otários. (Jean-Paul Sartre).

Consciência coletiva:
Digite o nº 99999, ignore a mensagem de "erro", pressione a tecla verde de "confirma".
Digite o nº 99, ignore a mensagem de "erro", pressione a tecla verde de "confirma".

Ah, atinei...e aprovei a atitude do presidente Rafael Correa...
A Odebrecht construiu, com o capital do BNDES, no Equador, uma hidrelétrica, que não funciona, porque a obra está malfeita; só que esta é a mesma empresa que foi contratada para construir uma linha do metrô em São Paulo, onde houve aquela tragédia com a abertura de uma cratera onde morreram 7 brasileiros.
No Brasil se pode muito com o dinheiro público...(não dá nada...hehehe...), só que no Equador não tem esbórnia com o dinheiro público...

Teorias esotéricas:
"Inquestionavelmente, cada um de nós leva em sua psique os 3 traidores: Judas, Pilatos e Caifás".

"Para o tenebroso o preto é branco".












quarta-feira, 24 de setembro de 2008

quinta-feira, 31 de julho de 2008

Vote consciente.

Este texto tem como objetivo o exercício da cidadania; ao mesmo tempo é uma carta aberta à população, isenta de política partidária.

Faz-se oportuno recordar certos aspectos políticos que influenciam a vida em sociedade:
A prática da corrupção consolida-se no corruptível.
É sabido que a população associa políticos à corrupção...(o que é o indivíduo é o povo).

Observem a prática de grande número de eleitores que pedem: dinheiro, coisas materiais, empregos, etc., aos candidatos... O corrompido que recorre a este useiro e vezeiro modus operandi alimenta a corrupção no país...e mais: fica devendo favor ao eleito, que outrossim torna-se o seu senhor...

Os 160 bilhões de reais/ano (isto no país), que são desviados dos cofres públicos para: corrupções, improbidades administrativas, enriquecimentos ilicitos, etc., poderiam ser usados em benefício do próprio povo, através de melhorias: na educação, saúde, segurança, moradias, salários mais dignos, etc...

É justo o povo trabalhar para sustentar a corrupção?

A conciliação da política com a generosidade é possível, o que a serve como base é uma atitude própria dos grandes homens...que certamente não são aqueles que compram o voto...

Será um passo à frente no dia em que o povo ignorar as pesquisas eleitorais, votar sem interesses escusos e de acordo com sua consciência.

Com referência a quem compra o voto:
Que mérito tem?
Para os problemas da população, lembram da música?:
"Tô nem aí"... (ele só quer enriquecer-se).

Com referência a quem vende o voto:
Esteja ciente de que pode ajudar a eleger alguém que pretende viver de roubo.

NÃO SE HUMILHE VENDENDO O SEU VOTO.

DIGNIDADE NÃO SE COMPRA.

















sexta-feira, 11 de julho de 2008

A Educação e os Três Cérebros.

Começo com os três cérebros, argumento esotérico que considero satisfatório.
Esclareço que os assuntos estão também encadeados com o meu próprio parecer.
O 1º cérebro está encerrado na caixa craniana, é o centro do pensar, do intelecto.
O 2º cérebro é concreto, pois corresponde à espinha dorsal, medula central e todos os seus ramos nervosos, é o centro motor.
O 3º cérebro está em conformidade com o centro emocional: sentir.
Resumindo:
Pensar; Intelecto/ Movimento; Conhecimento/ Sentir.
Quando os três cérebros estão em equilíbrio, estabiliza-se uma boa qualidade de vida.
O gasto excessivo de qualquer uma das energias, em algum dos três cérebros pode levar a desequilíbrios.
O uso excessivo da energia intelectual pode conduzir à alienação, ou ao manicômio.
O gasto exagerado da energia motriz pode ser ruinoso, e conduzir à invalidez, hemiplagia, paraplegia, redução dos movimentos, etc.
Os que abusam do cérebro emocional são os fanáticos pelas músicas, pseudo-artistas sensuais da arte, doentes passionais da sensualidade, psicopatas sexuais, etc.
No tocante ao centro emocional, o sentir entendo e incluo valores morais, espirituais como: meditar, orar, etc.
A morte se processa à terça parte em cada pessoa; toda enfermidade inicia-se em algum dos três cérebros.
O afastamento de valores espirituais, bem como o culto do ego, causam a degeneração.
Existe, com efeito, música produto da degeneração humana.
Cito aqui a singela "Égüinha Pocotó", visto que estabelece uma identidade com a criançada pela ingenuidade; não a considero produto da degeneração humana...
Acho que quem lê entendeu...

Discorrendo uma fração da educação, dentro do senso comum:
Para o professor: atividades exclusivamente intelectuais, até a exaustão.
Para o aluno (que não é o estudante neste caso): Atividades exclusivamente do centro emocional.

Para quem tem discernimento:
Escola é lugar de aprendizagem, de trabalho... não é lugar de diversão...

Considerando que o equilíbrio do uso dos três cérebros regeneram, isto aumenta a probabilidade de muitos acharem seus valores, princípios...

Retrocedendo à "Égüinha Pocotó", que particularmente acho-a inofensiva e divertida pela sonoridade...
A obra musical, se é que podemos chamá-la assim, resultante da degeneração humana, quem lê dificilmente não sabe qual é...

Se o objetivo da escola não é ensinar, como ela se justifica?






























segunda-feira, 7 de julho de 2008

sexta-feira, 4 de julho de 2008

Carta aberta aos parlamentares.

A minha sugestão é que se mudem as leis, para que o indivíduo que tenha ficha-suja, candidatando-se a um cargo político, se eleito e considerado culpado pela justiça, seja criminalizado também por candidatar-se nestas condições.
Dizem que projetos sobre este assunto já existem há 14 anos no parlamento...de repente já tem algum pronto e adequado aí, com um pouco de boa vontade quem sabe conseguem aprová-lo.

quinta-feira, 3 de julho de 2008

Lançando uma idéia.

A sugestão que faço:
Que os candidatos ficha-suja, ou que estejam sendo julgados, em caso de serem considerados culpados pela justiça, sejam penalizados com rigor.
Acabar com a imunidade parlamentar, em caso de crime ocorrido antes de ser eleito, em qualquer das três esferas: Municipais, Estaduais, Federal.
Ser o indivíduo criminalizado também por ter concorrido a cargo político enquanto aguardava parecer da justiça simultâneamente, e posteriormente ter sido considerado culpado.
Sabemos que criminosos candidatam-se ao parlamento buscando a imunidade parlamentar, para fugir da justiça e de suas responsabilidades.
Evidente que acho necessário bom senso, concordo que a inviolabilidade seja mantida nos casos das expressões de opiniões, palavras dos parlamentares...etc...
Pergunto: Por que criminosos merecem tanta consideração?
No dia em que o indivíduo for criminalizado pelo fato de ter concorrido a cargo político, tendo ficha-suja e sendo considerado culpado pela justiça, daí quem sabe tenham mais prudência ao ter mais esta responsabilidade.
Considero que neste caso, caberia a cassação do mandato e suspensão vitalícia ao direito de mandatos.
Já não é sem tempo de ser o povo o único a pagar a conta...






sábado, 31 de maio de 2008

Demitre: Feliz Aniversário!

Demitre:
No dia de hoje acho oportuno escrever um pouco sobre você.
Lembrei-me de um dia, que você podia ter uns 2 anos aproximadamente, e alguns funcionários da manutenção da prefeitura podavam as árvores da rua, quando percebeu o que faziam indignou-se e disse-lhes que não podiam destruir a natureza.
No início do período escolar referente à alfabetização, causou curiosidade na direção da escola, por ser formal, fui chamada na escola, pensavam que eu fosse como você: cerimoniosa...por fim
acabaram achando engraçado o mal entendido...
Na adolescência seguiu calmo, compreensivo, escolheu a religião evangélica para o seu caminho...
As características: sociabilidade, alegria, extroversão, como parte de sua personalidade, fizeram-no bem integrado socialmente.
Hoje pode entender toda a alegria que me proporcionou, através da Mayana.
Feliz Aniversário!
Te amo.







sábado, 10 de maio de 2008

Uma visão popular...

Esta é a minha visão popular do caso Dorothy.

Um dia destes li no jornal online último segundo, sobre um título mais ou menos assim:
Lula diz que está indignado com absolvição do fazendeiro no caso Dorothy.
Entre os comentários, chamou-me a atenção o de um indivíduo que dizia, que para entender a decisão era necessário passar por bancos acadêmicos... Na sequência , outros ministros manifestaram-se contrários à declaração do Sr. Luiz Inácio.

Agora manifesto-me no tocante ao comentário que li, do indivíduo acima citado.
Últimamente tem sido comum ler textos de pessoas dizendo-se ou querendo ser o que não são...não adianta ter a pretensão de querer ser o supra-sumo se não tem competência nem para uma digitação, no mínimo sem erros crassos... a mim não conseguiu enganar...
Uma questão já sabida há muito tempo, é que, se para um pedaço de madeira, alguém obstinadamente diz que é plástico: o seu objetivo é outro...
Conheço analfabetos funcionais com nível superior... e gente sem nível superior bem alfabetizada...Sei que em todas as profissões existem: os piores entre os melhores, e os melhores entre os piores . Sobre os melhores entre os piores estão os famosos políticos "menos mal" que o povo votava até um tempo atrás, com o advento da internet, propagou-se o voto nulo...
Não estou à defesa do Sr. Luiz Inácio como presidente, esclareço que optei pelo voto nulo no segundo turno, mas como cidadão que ele é assumo que tenho a mesma opinião que ele...A perplexidade aconteceu de modo natural, visto que o povo foi tomado de surpresa...Acredito que bom senso e compaixão podem fazer parte do caráter de alguém, tendo ou não passado pelos bancos acadêmicos.

Entendo que lei é uma coisa e justiça é outra...A lei nem sempre é justa...Cabem aos juízes que se apliquem as leis...Pergunto: E quanto ao legislativo? Fica a sugestão para que procurem soluções.

Tenho a impressão de que em quaisquer transgressões das leis, sejam crimes, assassinatos, etc., existem brechas nas leis que permitem libertar da cadeia ( excetuando-se os ladrões de galinhas) todas as pessoas que os cometem... mas como sou leiga no assunto, consciente de que o sapateiro não deve ir além dos sapatos... deixo a questão no ar, para quem souber discorrer sobre este assunto...


Lembro que já faz muitos anos que a infalibilidade dos papas foram colocadas em pauta...

Pergunto:
Quem fiscaliza o judiciário?
Juízes estão acima do bem e do mal?
Juízes são infalíveis?

Recorri à mídia alternativa para ver se conseguia entender o que aconteceu no caso da irmã Doroty, e a absolvição do réu,
lendo o jornal online, correio cidadania, entendi o ocorrido: percebi que não é necessário ter passado por bancos acadêmicos para entender que a devassidão dos coronéis estão acima das leis...


quinta-feira, 10 de abril de 2008

Sugestão de leitura:

Sugestão de Leitura:

Decálogo dos Direitos do Blogueiro.

no site do Idelber Avelar.

www.idelberavelar.com.br

quarta-feira, 9 de abril de 2008

A mídia alternativa.

Hoje pretendo lembrar ou recomendar um site da mídia alternativa: www.correiocidadania.com.br
com textos sobre a falta de assertividade dos governos nas três esferas, ocasionando o agravamento da Dengue no Estado do Rio de Janeiro.
Outros assuntos relacionados à América Latina, Meio ambiente, Cidadania, são alguns a mais entre outros temas relevantes.

sexta-feira, 4 de abril de 2008

Feliz Aniversário, Mayana faz 1 ano hoje!

Feliz aniversário, Mayana faz 1 ano hoje.

terça-feira, 1 de abril de 2008

Sobre Huberto Rohden.

Huberto Rohden (1893-1981), nasceu em Tubarão, Santa Catarina.
No início da carreira literária era Padre Jesuíta. Graduou-se em Ciências, Filosofia e Teologia na Áustria, Holanda e Itália. Estudou também nos Estados Unidos, onde conviveu com Albert Einstein. Proferiu palestras nos Estados Unidos, India e Portugal.
Estudou a relação entre a Matemática, Mística e a Metafísica. O estudo da metafísica fundamentado na análise comparada das religióes e filosofias espiritualistas do Ocidente e Oriente.
Fundou e dirigia o Movimento Alvorada (1952) com sede em São Paulo, onde era radicado.
Muitos de seus livros foram traduzidos em outras línguas, inclusive o Esperanto.
Huberto Rohden faleceu em uma clínica naturalista de São Paulo aos 87 anos. Deixou um legado cultural e um exemplo de fé e trabalho, digno de um dos grandes homens do nosso século.

terça-feira, 25 de março de 2008

Esperanto.

Esperanto é a língua universal, idioma artificial criado pelo poliglota Ludwik Lejzer Zamenhof, médico oftalmologista polonês, em 1887, com o objetivo de que servisse como língua internacional, visto que é de fácil aprendizagem, contendo 16 regras gramaticais. O vocabulário é formado por raízes das línguas indo-européias. A proporção é de: 84% de raízes latinas;14% germânicas; 1,5% eslavas;0,5% gregas.
O movimento esperantista ganhou nova força popularizando-se e disseminando-se pela internet.
Em países onde se falam muitas línguas, o que dificulta a compreensão, o aprendizado do esperanto é um meio para melhorar o entendimento entre os povos.
Lidja Zamenhof, filha do criador do esperanto, tornou-se adepta da Fé Bahá´i. Um grande número de escritos da Fé Bahá´i já foram traduzidos para o esperanto.
Os entendidos no esperanto afirmam que estudar esta língua acelera e melhora o estudo de idiomas estrangeiros, e também que o esperanto consegue manifestar até as nuances mais sutis do pensamento.

domingo, 23 de março de 2008

As aparências enganam.

Ouvi a narração de um fato ocorrido aqui perto da região onde moro, descrevo a seguir, do modo como entendi:
Um homem chegou numa revenda de carros em uma bicicleta velha, na garupa ele tinha um grande pacote envolto num saco com sujeira aparente, e foi mal recebido pelos funcionários.
Mediante o homem explicar que queria comprar um carro, o vendedor passou a mostrar-lhe os piores que tinha, no que o mesmo recusou dizendo que pretendia comprar uma camioneta.
O vendedor pensou: "Com que dinheiro ele vai pagar"?
Mas foi em frente...uma vez que estava receoso de que o homem pudesse ter uma arma naquele saco e assaltá-los.
Daí o homem quis experimentar um carro de preço elevado, o vendedor chamou o gerente e ambos foram com o homem para que o mesmo verificasse o desempenho do veículo.
Carro aprovado, fizeram-lhe a pergunta de como queria efetuar o pagamento, e qual não foi a surpresa ao ouvirem que seria à vista, abriu aquele pacote com aparência suja e o dinheiro estava lá. O pacote envolto num saco sujo era para não chamar atenção.
Feita a negociação, a bicicleta foi colocada no carro e o homem foi embora.
Ele foi com a bicicleta que era para voltar com o carro novo.


sexta-feira, 21 de março de 2008

Educação dos Filhos é bíblico.

Pela passagem da semana santa lembrei-me do argumento que segue.
Verifica-se que atualmente um grande número de psicólogos inspiram-se
em conceitos bíblicos, no tocante à educação, em seu amplo sentido.
Na área da educação é grande o número de profissionais que preferem
usar de eufemismos inócuos no trato com os discípulos.
Aparentar erudição é mais importante do que educar?
Evidente que o educando merece um tratamento humano, bem como o
educador, embora na prática isto nem sempre acontece...
Existe uma linha de pensamento em PNL (programação neuro-lingüística),
que nos lembra que vivemos com conceitos antigos, e que é necessário
reformular estes conceitos.
Na bíblia encontramos uma exposição didática sobre a educação dos filhos,
uma leitura edificante.
Mediante a exposição destas idéias, reformulando um conceito bíblico em
nosso contexto, quando em educação dos filhos lemos: "Dê-lhe vara", uma
boa reformulação deste conceito: dê-lhe amor, consciência, responsabilidade...
Um conceito que nem precisa de reformulação:
"Sem disciplina não tem aprendizagem".

quarta-feira, 19 de março de 2008

Cristo e um pouco da visão do teólogo Hans Küng.

De acordo com Hans Küng, influente pensador da atualidade,
o Cristo dos cristãos é o Jesus de Nazaré.
A palavra Cristo consiste em tratar os outros do mesmo modo
como gostamos de ser tratados, não fazer ao outro o que não
deseja para si.
Jesus não fundou uma igreja, mas proclamou o reino de Deus.
A pergunta instigante: Jesus era católico?
Hans Küng foi censurado pelo papa João Paulo II.
Ele cita quatro mandamentos consensuais: não matar, não roubar,
não mentir, respeitar a mulher e viver a sexualidade de forma
moderada.

terça-feira, 18 de março de 2008

Balanço: Mentiras/Verdades.

A prática da mentira tornou-se useira e vezeira,
banaliza-se com o mundo globalizado. Paradoxalmente,
também a maioria dos mentirosos incomodam-se com
ela, e para uma grande maioria dos que não têm este
hábito ela pode até ser insignificante.
Quem merece a verdade?
Certamente não são os arrogantes , que querem exigí-la...
dos outros evidentemente...e cinicamente...pensam que
este é um modo de controle sobre as pessoas.
Para merecê-la é preciso aprender a ouvir e aceitá-la,
já não há mais o que fazer...
Falar a verdade:
Exige menos da memória, que pode ser usada para algo
mais construtivo.
Vejo esta atitude em pessoas elegantes e éticas.

Começando o blog

Começando hoje meu blog, em breve novidades!