domingo, 23 de março de 2008

As aparências enganam.

Ouvi a narração de um fato ocorrido aqui perto da região onde moro, descrevo a seguir, do modo como entendi:
Um homem chegou numa revenda de carros em uma bicicleta velha, na garupa ele tinha um grande pacote envolto num saco com sujeira aparente, e foi mal recebido pelos funcionários.
Mediante o homem explicar que queria comprar um carro, o vendedor passou a mostrar-lhe os piores que tinha, no que o mesmo recusou dizendo que pretendia comprar uma camioneta.
O vendedor pensou: "Com que dinheiro ele vai pagar"?
Mas foi em frente...uma vez que estava receoso de que o homem pudesse ter uma arma naquele saco e assaltá-los.
Daí o homem quis experimentar um carro de preço elevado, o vendedor chamou o gerente e ambos foram com o homem para que o mesmo verificasse o desempenho do veículo.
Carro aprovado, fizeram-lhe a pergunta de como queria efetuar o pagamento, e qual não foi a surpresa ao ouvirem que seria à vista, abriu aquele pacote com aparência suja e o dinheiro estava lá. O pacote envolto num saco sujo era para não chamar atenção.
Feita a negociação, a bicicleta foi colocada no carro e o homem foi embora.
Ele foi com a bicicleta que era para voltar com o carro novo.


Nenhum comentário: