domingo, 11 de dezembro de 2011

Sociedade refém de predadores.

Escrevo a partir da observação do ser humano, nas suas atitudes que acredito tangenciam as suas: personalidade, individualidade, ou índole.
Concateno as idéias ora do micro ora do macro social.
Basta um olhar mais atento às pessoas próximas, para notar-se que entre elas coexistem os predadores. Entendo que são predadores: assassinos frios, pedófilos, corruptos, quadrilhas saqueadoras do erário, lobistas, advogados de má fé, assaltantes, sequestradores,...etc., pessoas sem a mínima noção de respeito.
Serão muitos os predadores psicopatas?
Entendo por psicopata aquele indivíduo que mata, esquarteja...e quando se diz arrependido não é por compaixão da vítima ou da família, este arrependimento é só pelo fato dele próprio estar preso.

Particularmente estimo que o número de predadores é pequeno, e pode ficar entre 2% a no máximo 5% da população. A proporção é pequena mas suficiente para dizimar grande parte da humanidade e devastar a Terra...e governos omissos assistem de camarote...
Para fazer parar um predador: ou se usam as mesmas armas que ele, ou se as armas dele são violentas, que se tracem estratégias fora do senso comum, e transgredir com bom senso costuma dar bons resultados, porque as reações são inesperadas.
Se um juíz, promotor, delegado...etc.,usar excesso de escrúpulos com predadores, chega-se a conclusão nenhuma...Os predadores não têm e nem correspondem ao bom senso.
Compondo isto de modo figurado: Os bandidos estão aparelhados com bombas guiadas por GPS (crimes atuais) e quem os combatem só podem usar trabucos (leis antigas)...Ah, Fala Sério!

Em muitos casos: a expansão do agronegócio, pecuária, acrescente a isto o extrativismo ilegal, desmatamento, devastação, causar injustiças ou sofrimento...é a globalização do poderio dos predadores. Tenho a impressão de que no Brasil, a população tornou-se refém destes malignos.
O poder que deveria emanar do povo...mas o povo fica por si...convém a sociedade reagir como pode: pela internet, com blá blá blá, pressionando, desmascarando, deixando claro sua indignação...
Sabemos que a grande maioria do povo brasileiro é ordeiro, trabalhador, e só não descamba para o lado do banditismo porque tem boa índole, não é por falta de motivação...

Já não é sem tempo de repensar o sistema prisional, e separar o joio do trigo...Acredito que nem todos os presos são degenerados, muitos podem estar presos injustamente...e muitos que deveriam estar presos estão soltos...
Como leiga no assunto pergunto:
Psicopatas são recuperáveis?

O que seria ideal: A pessoa que cometeu algum deslize não grave (não sendo psicopata), não oferecendo perigo à sociedade, sendo recuperável, neste caso que se usem somente medidas sócio educativas...
Com os predadores cada vez mais ousados...o poder deve emanar do povo...

Nota: Já faz alguns anos que escrevi isto; considero atual o tema.

Nenhum comentário: