segunda-feira, 7 de novembro de 2011

Ganância e sem labor.

Engana-se quem pensa que a avidez ardente de possuir o que você conseguiu, a duras penas, aflige somente o indivíduo que em dias de descanso estavam "cheios de cachaça até a tampa", e você trabalhando ou estudando. A rede (capitalista, neoliberal) bancária vai achar um modo de lhe cobrar algo, mesmo que indevidamente.
Conclusão: A cobiça, ganância, enfim: obter lucros legal ou ilegalmente, sem labor, é alvo de duas extremidades.

Nenhum comentário: